Blog

Vamos Salvar o Mundo?

by in abelhas, agrofloresta, bioma, deborah gaiotto, Deborah na Fazenda, deborahnafazenda, fauna, flora, industrializados, natureza, orgânicos, vamos salvar o mundo 10/01/2020

Essa frase parece ser muito extensa e de uma amplitude a fugir aos olhos. Como podemos salvar o mundo? Existem 7 princípios básicos de reflexão para que possamos tentar mudar aos poucos nossa forma mecânica e automática de pensar as coisas.

O primeiro princípio começa assim: O que eu estou comendo?

Acho muito importante nos questionarmos “de onde vem nosso alimento”. Nosso corpo é nosso sistema mais importante, mais precioso. Damos muito valor às coisas materiais, gastamos muito com procedimentos estéticos, aparelhos de última geração, louças novas, carro do ano, trocamos o colchão. Mas não investimos no nosso bem mais precioso, nosso corpo, o que eu dou a ele para que ele se fortaleça e seja forte o suficiente para me deixar ir. Para me deixar fluir. Precisamos investir em nossa saúde. Mesmo os produtos de qualidade muitas vezes sendo mais caro, nosso maior investimento deveria ser ai.

Por quê? A resposta nos leva para a o segundo princípio básico. Ao selecionarmos o que vamos comer, entendendo esse processo, essa dinâmica, vamos automaticamente selecionar produtos mais naturais, sem rótulo. Produtos vindos de uma produção mais sustentável, sem veneno, sem químicos. Porque quando nos conscientizamos do que tem no produto que eu estou comendo, eu fico com receio, e começo a selecionar mais. Começo a pensar no mundo como um todo.

E aqui entramos nos terceiro princípio básico. Começamos a pensar no mundo como um todo. Entender que não existe “jogar fora”. Existe jogar no ambiente único que é o Planeta Terra. A terra é sábia e nos faz refletir. Se tratamos bem dela, respeitando o ciclo natural dos legumes, verduras, frutas , começamos a ver a abundância dos alimentos. Antes da revolução agrícola o homem se alimentava do que estava em época. Alimentar-se do que está em época significa respeitar nosso bioma, nossa fauna e nossa flora.

Quinto princípio básico. Respeitar nosso Bioma. Quando entendemos que se alimentar de verdade, saudável é respeitar nossa bioma e nossa fauna um mundo novo se abre. Um mundo de descobertas. Um novo olhar surge. E saímos do modo automático de voo e começamos a pilotar. Começamos a agir com Consciência.

Sexto princípio. É quando nos damos conta que só as plantas sabem quebrar a molécula de CO2 em O2. O homem ainda não conseguiu fazer isso em laboratório. E ai começamos a olhar para os polinizadores e em especial às abelhas, que são responsáveis por 80% da polinização do mundo e constatamos a importância delas para nossa sobrevivência.

Sétimo principio. Aqui pra mim é o primordial, de fundamental importância. Quando você descobre que as abelhas são as verdadeiras Rainhas do mundo. Sem elas não haveria nem metade do processo de polinização do mundo e não teríamos plantas suficientes para fazer a fotossíntese e nos entregar o O2 necessário à nossa sobrevivência. Quando chegamos nesse ponto começamos a entender como podemos Salvar o Mundo.

Sabe por quê? Porque além de eu pensar no que eu vou comer, eu vou começar a parar de matar as abelhas. Nunca mais você vai olhar para uma abelha como antes. Nunca. Nós temos mais de 200 espécies de abelhas nativas que não tem ferrão. E também você vai se sentir orgulhoso de saber que ao comprar produtos produzidos de forma orgânica, você ajuda em toda essa cadeia de preservação do nosso bioma. E vai descobrir mais, nós somos uma coisa só. Mundo, plantas, animais, homo sapiens. Mesmo nós humanos não fazendo mais parte da cadeia alimentar, somos responsáveis em ajudar nesse engajamento natural da nossa mãe natureza.

Pense nisso, sempre que puder. Por favor.

Beijos Floridos

Deborah Gaiotto

3 Comments
  1. Awesome post! Keep up the great work! 🙂

  2. could a little more in the way of content so people could connect with it better.

  3. Hello there. I found your blog by way of Google even as looking for a similar matter, your site got here up. It appears great. I have bookmarked it in my google bookmarks to come back then.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *