Blog

Síndrome da Raiz Podre

by in Uncategorized 05/08/2021

Sindrome da Raiz Podre

Boa tarde a todos. Hoje eu vim compartilhar essa Síndrome da Raiz Podre. Há um grande problema em quem cultiva ervas e flores comestíveis. Um enorme problema nosso é basicamente tratar todas as plantas e ervas como se fosse uma coisa só. Isso é um erro tremendo. Cada um tem sua preferência , sua delicadeza e sua característica.

Conseguimos unir plantas com preferências parecidas, e deixa-las próximas numa horta para facilitar o seu manejo e cultivo. Pois se você plantar uma flor que não gosta de água, ao lado de uma que gosta, você apodrece a planta que não gosta de água e mata a flor por excesso de água.

Quando você tiver sua horta saiba que você precisa ter técnica na hora de plantar. Nós nos visualizamos colhendo as flores coloridas, as ervas aromáticas , mas ficamos muito chateados quando a flor ou erva está seca ou murcha por culpa nossa de ter matado a planta.

Mas essa técnica não é complicada. Você precisa apenas se atentar a esses 4 pontos:

  1. Faça uma lista dos temperos que você mais gosta e quer ter na sua horta.
  2. Faça uma lista também das flores comestíveis que têm a intenção de plantar
  3. Pesquise os hábitos e preferências de cada um e separe espaços para flores com hábitos parecidos. Aí você pode mesclar temperos com flores comestíveis, desde que tenham  características em comum.
  4. Mapeia seu canteiro: canto que bate muito sol, canto que bate pouco sol, e canto meio termo.

Por exemplo:

Plante Lavandas com Alecrim, ambos não gostam de muita água e amam sol pleno. Pelo menos 6 horas diárias de sol. Aí você reserva esse espaço e sabe que não precisa molhar com frequência. Isso facilita muito sua frequência no cuidado.

Plante Manjericão roxo próximo a cebolinhas, salsinhas e dálias. São flores e ervas que gostam e precisam de mais água e um cuidado maior.

Hortelã, sempre deixe num canteiro separado, pois ele tem o hábito de muita água e ama invadir o espaço das outras ervas e flores e pode até matar ou misturar-se.

Calêndulas gostam de água e sol e podem ficar perto do coentro.

Não plante Lavandas ao lado de salsinha. Uma não curte muito água e a outra prefere um ambiente com mais água.

Não plante tagetes na sombra e próxima de plantas que não gostam muito de água. Tagete é sol e água frequente. Inclusive a tagete serve de repelente natural para sua horta.  Aproveite que além dela ser uma flor comestível , ela ajuda na prevenção de pragas e doenças. Plante sempre nas rebarbas e cantos mais ensolarados.

Esse método pode parecer complicado e esquisito de início, mas o trabalho inicial facilitará muito sua constância no cuidado da sua horta, e evitando aquela preguiça, pois você terá mais controle e saberá administrar com mais precisão suas espécies. Isso ajudará manter seu ânimo e vontade de manter sua horta. Pois elas estarão finalmente nascendo, ficando coloridas, verdes e muito aromáticas, além de atrair muitas abelhas polinizadoras.

E óbvio que ampliará sua possibilidade de colher sua própria flor comestível sem depender de nada e ninguém!

Desejo muitas flores e cheiro na sua horta.

Um lindo dia!

3 Comments
  1. Christiane arrais 06/08/2021 at 12:47 am Responder

    Boa noite, gostaria de iniciar um plantio de flores comestíveis; devemos plantar no chão ou em jarros?

    • Olá Christiane, depende. Se for produção pequena pode ser em jarro. Mas se tiver espaço no chão seria perfeito! Sempre melhor com mais espaço. bjos floridos

    • Se for produção pequena em jarros. Mas se tiver espaço disponivel em canteiro é melhor! Mas as 2 formas funcionam. bjos floridos

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *