Blog

Amazônia – Pulmão do Mundo?

by in agrofloresta, deborah gaiotto, Deborah na Fazenda, floresta, sustentabilidade 25/09/2019

Minha história com as plantas começou a tomar um formato diferente quando eu descobri que o homem ainda não sabe dividir a molécula de CO2 em laboratório. Esse feito só é creditado às plantas. Sim só a plantas através da fotossíntese é capaz de nos proporcionar o Oxigênio. Sem O2 não somos nada meus caros. Sem plantas, o que seria de nós?

Está na hora de entender e compreender que quando falamos de sobrevivência, de natureza não deveríamos pensar em religião , política, credo, raça. Aliás são temas tão impostos e hoje tão verídico que nada disso importa. O que importa é que somos todos um nesse Planeta aqui. Sem um, o outro não existiria.

Uma floresta é muito sábia nesse sentido. Quando adentramos numa floresta dificilmente encontramos uma espécie x agrupada num lugar só, como numa produção organizada. Encontramos por exemplo orquídeas espalhadas, cada uma num cantinho. Encontramos espécies de árvores espalhadas, misturadas. Vemos árvores caídas, fungos se proliferando embaixo de centenas de folhas caídas no chão. Sementes de coquinhos dispersadas pelos macacos brotando entre as leras. A NATUREZA é sábia. Deveríamos nos espelhar nela.

Digo inclusive que a agrofloresta (aquela pensada em árvores nativas) é um passo muito sábio como forma de preservação da nossa fauna e flora. Pois nos utilizamos da inteligência de uma Floresta para plantar nosso alimento, que deveria ser muito mais a base de plantas, nutrientes do que tanta proteína animal (não sou vegana, mas sou a favor de diminuirmos e muito nossa ingestão de carne).

Ao entrar numa floresta você sente alma, vida, umidade, sinergia, bioma ativo. Muita fauna. E NINGUÉM FICA MOLHANDO, IRRIGANDO, ADUBANDO. ELA SE BASTA SOZINHA. POR QUÊ? PORQUE ELA TEM BIODIVERSIDADE. Biodiversidade. Uma produção orgânica verdadeira respeita isso. Na época do Homo Sapiens antes da Revolução Agrícola, o homem se alimentava do que a floresta lhe proporcionava naquele momento. Ele era muito mais um coletor, do que um caçador. E hoje , as raízes , as folhas e flores que eles se alimentavam de forma natural se tornaram PANC (Plantas Alimentícias Não Convencionais). Percebe onde chegamos? Chegamos numa cultura pobre em nutrientes, que se alimenta a base de arroz, feijão, farinha de trigo, aveia e leite de vaca.

Tudo isso para dizer que temos coisas muito mais importantes para refletir do que ideologias e partidos. Isso é nada perante a exuberância da NOSSA MÃE TERRA.  Percebem? O incêndio na Amazônia foi proposital? Na real, NUNCA SABEREMOS. Lá existe uma vida escondida. Centenas de pessoas perambulando, trabalhando, andando. Existe DESMATAMENTO SIM! Pode ser sido um foco através desse desmatamento. Pode ter sido proposital. Não importa. O que eu quero saber, você já refletiu sobre tudo isso que vos escrevo nesse texto? As pessoas à sua volta estão no piloto automático? Precisamos nos despertar e começar a cuidar. Mas para cuidar PRECISA-SE ENTENDER PRIMEIRO. Senão fica sem sentido.

Antes de eu terminar queria dizer sobre mais uma informação sobre nossa linda Floresta Amazônica. ELA NÃO É O PULMÃO DO MUNDO. Ela tem importância sim , junto a todas as outras árvores. Mas as Algas são as principais responsáveis pela nossa sobrevivência. Elas sim podemos dizer que são o Pulmão do mundo. Por isso precisamos cuidar tanto das nossas águas . Precisamos cuidar do nosso planeta. Como um todo.

Vamos deixar de ser parasitas e sermos ativos para nosso BIOMA. Só nós vamos perder, ninguém mais.

bjos

Deborah

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *